quarta-feira, 29 de abril de 2015

Galeria de Arte


    No blog tem uma sessão chamada "galeria de arte" em que posto obras variadas de portadores de transtornos mentais. Acredito que nós, os portadores de esquizofrenia e outros transtornos temos uma sensibilidade maior e uma inclinação para as artes de um modo geral, nem precisando de citar o nosso querido e famoso Van Gogh.
    O nome no facebook do expositor de hoje é Isaac Vargas Cardenas e autorizou que eu postasse algumas de suas obras. Não sei se esse é o seu nome verdadeiro, e entendo perfeitamente caso não seja. Qualquer portador que queira divulgar o seu trabalho é só entrar em contato aqui pelo blog nos comentários ou então pelo email juliocesar-555@hotmail.com
   Vale qualquer tipo expressão artística e cultural: pinturas, versos, poesias, etc.


Como pesquisar o blog

    Existem várias maneiras de se pesquisar o blog, pois ele já está um pouco grande. Afinal são mais de 200 postagens e o leitor pode ficar um pouco confuso ao entrar e se deparar com tantos posts.
Além de ficar rolando a página, o leitor pode acessar o motor de busca do blog, é como se fosse um google desta página. Ele se situa no lado direito, na parte superior.
é só digitar um assunto e clicar em Enter

    Uma outra maneira é ir nos marcadores, na parte final da página. A maioria das postagens são separadas por marcadores. Por exemplo, se a pessoa quer acessar o diário e as fotos das minhas viagens, é só clicar no marcador "estrada real" ou "andanças". Serão mostrados todas as postagens referentes às minhas viagens. O mesmo vale para o tema esquizofrenia.


    Também pode se pesquisar o blog através dos arquivos. No lado direito da página existe uma forma de se acessar todas as postagens, de acordo com a data das publicações.

 Também pode se pesquisar o blog através dos arquivos. No lado direito da página existe uma forma de se acessar todas as postagens, de acordo com a data das publicações. E também no lado direito da página coloquei imagens de algumas postagens sobre esquizofrenia. Basta clicar nelas para acessar estas postagens.
   Há muito tempo que não coloco letras de músicas. Estou numa fase meio esquisita, não sei o que quero ao certo. De um lado, tem a comodidade de se morar em um quarto, ter internet, uma tv, geladeira, lavar as roupas na hora que quiser e colocar amaciante à vontade (eu não lavo minhas roupas direito, ai capricho no amaciante, daqueles concentrados...).
    Mas, para ter essa comodidade, tenho que gastar metade de minha aposentadoria com o aluguel. Ou seja, não sobra nada para nada. E as coisas estão aumentando a cada dia, (culpa da dilma).
    Às vezes chego a pensar a voltar nas minhas andanças, ter a liberdade, não saber o que vai acontecer no dia de amanhã. Sobrar mais dinheiro para me alimentar melhor... Queria ter descoberto as andanças com menos idade. Fico dividido, penso, repenso, e, no final, chego à conclusão de que o mais correto a se fazer é continuar por aqui mesmo. Andanças só se conseguir juntar uma boa grana.
    E nesta indecisão surge também o tédio, o fato de saber que todo dia vai ser praticamente a mesma coisa do anterior deixa a gente um pouco depressivo, sem energia. Mas, é isso ai, vou pensando e não sei o que posso fazer para melhorar esta situação.
   A música de hoje é de heavy metal. Também gosto de viajar no trem azul, do Roupa Nova, mas também é legal sair viajando por ai no Trem Maluco do rockeiro e metaleiro Ozzy Osbourne.
   Incrível como as letras dos rockeiros do metal pesado são inteligentes e são muito relacionadas com o tema loucura. É por que retratam a realidade desse mundo louco e caótico em que vivemos. No youtube existem alguns vídeos, de funkeiros esculachando os rockeiros e vice versa. Na verdade não existe uma guerra entre esses dois gêneros musicais, pois o funk simplesmente não tem nota musical, então não pode ser considerado música. Tem apenas letra, quer dizer, tem o que eles chamam de letra....
    Muitos podem dizer que o metal é barulheira, gritaria, mas várias bandas desse estilo musical já gravaram shows com orquestras. E o resultado ficou ótimo em todos os que já vi. Posso dizer com toda a convicção que os integrantes dessas orquestras não fizeram esses shows por apenas dinheiro...


video
                                                    
                                                                      Crazy Train
                                                                    Ozzy Osbourne

Louco, mas é assim que funciona
Milhões de pessoas que vivem como inimigos
Talvez não seja tarde
Para aprender a amar
E esquecer como odiar

Feridas mentais não tem cura
A vida é uma amarga vergonha
Estou saindo dos trilhos num trem maluco
Estou saindo dos trilhos num trem maluco

Eu escutei os pregadores
Eu escutei os tolos
Eu vi todos os estudantes que abandonam os estudos
Que fazem suas próprias regras
Uma pessoa condicionada a mandar e controlar
As mídias vendem isto e você vive o papel

Feridas mentais ainda gritam
Me enlouquecem
Estou saindo dos trilhos num trem maluco
Estou saindo dos trilhos num trem maluco

Sei que as coisas estão saindo erradas para mim
Você precisa escutar minhas palavras
Sim

Herdeiros de uma guerra fria
É isso que nos tornamos
Herdando problemas, estou mentalmente anestesiado
Louco, simplesmente não consigo suportar
Estou vivendo com algo que não é justo

Feridas mentais não tem cura
Quem e o que culpar?
Estou saindo dos trilhos num trem maluco
Estou saindo dos trilhos num trem maluco

2 comentários:

  1. Viu o que falei sobre a inteligência sobremaneira e sensibilidades artísticas de pessoas com algum tipo de transtorno? É muito mais latente, porque sentem e percebem o mundo de uma maneira muito mais sensível ao toque, ao visual,à música, à arte enfim, em todas as maneiras. E por sinal, ótima escolha do som...Muito bom!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, acredito que exista uma relação muito forte entre a esquizofrenia e as diversas formas de se expressar através da arte. Aqui no Centro de convivência que frequento tem ótimos pintores, mas infelizmente o apoio não é o suficiente para mostrarem seus talentos.

      Excluir