sábado, 7 de fevereiro de 2015

Como estrelas na terra

    Certo dia desses, tomado pelo tédio cotidiano, resolvi abrir a página inicial do youtube, para tentar achar algo interessante que me ajudasse a me tirar desse estado de apatia e torpor.
    O youtube geralmente recomenda alguns canais, alguns até com uma certa insistência. Desde que me mudei, há quase dois meses, na seção de música os vídeos de uma dupla de breganejo não saem da página inicial. Os vídeos de um tal de Henrique e Juliano são recomendadíssimos(pra quem?). Creio que a google poderia ter uma página inicial de recomendação de vídeos baseada no histórico de navegação do usuário. Difícil? Que nada, hoje em dia, os navegadores reconhecem até comandos de voz, o windows 10 tem esse recurso, mas só em inglês e ainda está na fase de testes.
    Também na página inicial tem os vídeos de um  canal que é muito recomendado e está lá desde que me mudei. Não sei o nome do canal, mas desisti de assisti-lo só de ler o título de alguns vídeos:
"Com quantos caras já transei?" e "Chupa otário!" são alguns desses vídeos.
    Na página inicial também sempre aparece os capítulos da novela Chiquititas, do SBT...
    Ai me pergunto, será que isso é pago?
    Até que em relação a filmes e músicas noto que algumas vezes aparecem recomendações baseadas no nosso histórico de navegação do  youtube, e consegui achar ótimos filmes nesse site.
     E um deles foi "Como estrelas na terra". Baixar filmes pelo youtube tem suas vantagens, pois, podemos, além de olhar a sinopse , ver os comentários de quem já assistiu o filme. E esse filme, em específico, foi muito elogiado e não tive dúvidas em baixá-lo para assistir na tv.

Resumo do filme


    No início, ele não entusiasma, nos dando a impressão que se trata de um filme infantil e sem graça. E, no meu caso, ainda tive o preconceito pelo fato da "película" ser produzida na Índia e de ter somente atores daquele enorme país. Engano meu, o filme não é bom, é excelente! Além de ter um  elenco  razoável, tem uma trilha sonora legal, vou até baixar algumas músicas indianas contemporâneas.
    O filme conta a história de Ishaan, um garoto de 8 anos que não consegue se dar bem na escola. Repetiu a terceira série e não conseguia tirar boas notas em nenhuma matéria. Ele alegava que as letras dançavam e que, por causa disso, não conseguia ler e nem entender os textos.
    Seus pais e nem os professores o entendiam, achando que se tratava de um garoto indisciplinado e preguiçoso. Como estava prestes a repetir a terceira série, foi levado para uma escola super conservadora e muito rígida, o que só piorou a situação. Incompreendido pelos novos professores e longe da família, Ishaan foi cada vez se isolando de tudo e de todos em sua volta, vivendo em seu mundo de fantasias. A situação parecia não melhorar, até o momento em que um professor temporário chega na escola e logo percebe que o garoto tem dislexia. Mas, apesar disto, o professor acredita que ele possa se tornar um excelente aluno, pois ele é inteligente e muito criativo.
    Então, o novo professor resolve ajudar Ishaan, com aulas extras, muita paciência e carinho.
    Com muito esforço, o garoto aprende a ler e se torna um excelente aluno em todas as matérias, além de desenvolver o dom que tem nas artes, principalmente a pintura.
    É um belo filme, que recomendo a todos que assistam, apesar da longa duração(2:42:25). Mas o longa é tão bom que nem sentimos o tempo passar direito. Tem alguns filmezinhos de uma hora que parecem que são intermináveis...
    Apesar da  dislexia não ser um transtorno mental, resolvi postar sobre esse assunto, pois é um distúrbio que, como a esquizofrenia, pode trazer sérios prejuízos à vida do indivíduo, principalmente no convívio social e na relação com a família. Conheci um disléxico em Ipatinga-MG, quando frequentava um centro de convivência para pessoas portadoras de sofrimento mental. Ele vivia em seu mundo, apenas perguntava sobre alguns assuntos, principalmente sobre sexo, pois, apesar de ter cerca de uns 30 anos, ainda era virgem. Parecia ter um complexo de inferioridade enorme e que a sua família não se importava muito com ele, pois creio que existem métodos para que um disléxico possa aprender a ler.
    Mas infelizmente a vida não é um filme em que tudo acaba bem e todos são felizes para sempre. Nem sempre aparece alguém como o professor para ajudar os que precisam, principalmente na infância e adolescência, épocas em que mais precisamos de compreensão. Nos grupos do facebook percebo claramente que existe uma falta de diálogo entre os portadores e suas famílias.
    O mundo de hoje é muito competitivo, e exigente. Temos que ser perfeitos, lindos, ter um ótimo currículo e bons estudos para estarmos aptos para o mercado de trabalho. Não há espaço para os diferentes. O indivíduo hoje tem que abrir mão de sua individualidade se quiser fazer parte do sistema e fazer parte do mercado de trabalho. A sociedade infelizmente não sabe lidar com as diferenças.

o ator principal se parece com o dentucinho gaúcho...

Disléxicos famosos
deve ser difícil, mas não impossível vencer a dislexia...


12 comentários:

  1. Boa noite a todos, legal o post julio, eu sei como é difícil ter algum doença que atrapalha a parte cognitiva,, e tenho algumas perguntas que gostaria de fazer para você, estava pesquisando sobre remédios que ajudam os sintomas cognitivos da esquizofrenia e o milagre parece ser o nitrupussiato de sódio que está sendo testado pela USP de ribeirão preto mais não sei quantos anos irá demorar até que se encontre a venda mais lendo um livro que fala justamente dos sintomas cognitivos da esquizofrenia, lá está falando que o remédio que melhor ajuda as funções cognitivas na esquizofrenia e a olanzapina detalhe sou portador do cid-f20, você já fez uso desse fármaco ou já ouviu falar sobre ele e se ele é tão superior aos outros antipsicóticos de segunda geração assim? aguardo respostas um abraço e parabéns pelo blog

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, também já ouvi falar sobre o nitrupussiato de sódio, mas, como você disse, deve demorar anos para até que chegue nas farmácias. Já ouvi falar também em uma injeção contra a esquizofrenia e tantos outros tipos de tratamento, mas essas coisas infelizmente são demoradas mesmo, é preciso muitas pesquisas e experiências, para realmente ver a eficácia e os prováveis efeitos colaterais. Em relação à olanzapina, conheço pessoas que tomam esse medicamento e estão bem, não posso dar uma opinião particular pois só consegui tomar um comprimido, e fiquei dormindo por dois dias seguidos. Mas cada pessoa reage de uma maneira diferente aos medicamentos. Acho que no momento os mais usados são, além da olanzapina, a quetiapina e a risperidona.

      Excluir
  2. Obrigada pela indicação, vou assistir o filme, trabalho com crianças em vulnerabilidade social . vítimas de vários transtorno.E os pais nao sabem como lidar. Este filme irá ajudar muito na minha prática pedagógica. Continue assim fazendo ótima postagens. Voce acabou de ganhar uma fã.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu que agradeço a sua visita ao blog. Lidar com crianças é muito bom, mas ás vezes pode ser meio cansativo, e, ainda mais se tratando de crianças em vulnerabilidade social. É um belo trabalho, parabéns.

      Excluir
  3. Olá, tudo bem?
    Eu gostei da dica do filme , vou assistir , apesar de não conseguir ver mais no meu nome , acho que perdi a minha conta no you tube , no google e no hotmail. tenho tentado recuperar a minha senha mas não consigo , até que acabo desistindo e deixo na conta do meu filho.
    Tem muita coisa que gostaria de esclarecer com você, mas tenho um pouco de dificuldade nisso prefiro bat papo em tempo real, tipo facebook ou zap ou até mesmo o velho telefone, sei lá eu preciso de um feedback.

    Um abraço pra ti , e até a próxima.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É só assistir no blog mesmo, é só clicar no vídeo e assistir em tela cheia.

      Excluir
    2. Assisti o filme, e adorei, chorei muito, tem mais dicas de bons filmes?
      se tiver mande pra mim pode ser pelo facebook.estou te seguindo agora.
      Sei que vc é tímido , mas bem que podia postar uma foto sua ?ah propósito eu sou M

      Excluir
    3. No lado direito tem mais dicas de filmes sobre transtornos mentais. Em relação a foto, a minha intenção no blog é apenas ajudar um pouco a tirar o preconceito e o estigma que a esquizofrenia carrega.

      Excluir
  4. oi eu adoro esses filmes excêntricos de outros países.Não consigo gostar de praticamente nenhum que ganhe oscar! Se vou procurar mais profundos, tento ver se já ganhou premio em Cannes ou outro lugar, porque tendem a escolher filmes melhores. Adorei a dica! Também tenho uma dica, o filme "A Banda", é meio parado, mas muito interessante pra quem gosta de refletir sobre a vida. Também tem o "Histórias Cruzadas" é um filme americano sobre racismo, um pouco de feminismo e independencia, mas é bem "suave" e bonito.Ah outro que eu adoro é o "Peixe Grandre". Acho que todos tem no megafilmeshd ou filmesonlinegratis. Acho engraçado que você conhece todo o tipo de gente, me identifico com isso, as pessoas vivem conversando comigo e toda hora sou abordado por "malucos" e eu converso um pouco com eles (eu tb sou ahaha). O ruim é que os outros me julgam por isso dizendo que não tenho noção do perigo... mas a minha teoria é que ignorar as pessoas é pior do que dar uma palavrinha. Falo poucas coisas também, mais eu escuto e digo "sim", qualquer coisa, mas também não gosto de ignorar.

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, obrigado pela participação e pelas dicas de filmes. Também não gosto muito daqueles filmes que são candidatos a ganhar não sei quantos "oscar". Aquela frase do Nelson Gonçalves "Toda unanimidade é burra" pode se aplicar neste caso. Não em todos, mas neste caso creio que sim, as pessoas parecem ser muito influenciadas pela mídia neste caso. Depois irei procurar os filmes que citou. Procuro me relacionar bem com todas as pessoas, tanto com as "ditas normais", como com os "ditos loucos". A diferença é que os ditos normais são muito previsíveis, e ás vezes um pouco sem graça. Acho que o principal é o respeito à individualidade de cada um, se a pessoa tem essa qualidade, tem o meu respeito. Abraços

      Excluir
  5. os vídeos citados (chupa otário! e com quantos caras ja transei) são bem legais e não são de sacanagem, embora pareça :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A sim, depois vou dar uma olhada, é que a principio soa meio vulgar. Obrigado. Se for legal, no próximo post recomendarei.

      Excluir